Leituras no mês de maio de 2013

KIVITZ, Ed René. Talmidim - O passo a passo de Jesus. São Paulo: Mundo Cristão, 2012. Na Galileia do tempo de Jesus, os meninos em Israel iniciavam seus estudos da Torá aos 6 anos. Aos 10, quando completavam o primeiro estágio, a escola primária, chamada Beit Sefer, já tinham a Torá decorada. Apenas os alunos que se destacavam seguiam para a escola secundária, Beit Talmud, e mergulhavam no restante das Escrituras e na tradição oral dos rabinos e suas muitas interpretações e aplicações da Torá. Aos 14 e 15 anos, somente os melhores entre os melhores estavam estudando, geralmente aos pés de um rabino famoso e respeitado. Esses pouquíssimos meninos da elite intelectual de Israel eram chamados talmidim (do hebraico: talmid, discípulo; talmidim, discípulos). Apesar de ser considerado um rabino marginal, não reconhecido formalmente pelas autoridades religiosas de seu tempo, Jesus de Nazaré também tinha seus discípulos e seguidores, seus talmidim. Este livro apresenta a essência da mensagem de Jesus aos seus talmidim de ontem e de hoje. Contém 384 páginas.

SWINDOLL, Charles. Rompendo dificuldades. São Paulo: Motivar, 2005. Apesar de nosso desejo profundo - e muito natural - de uma existência segura, feliz e livre de problemas, os cristãos em todo o mundo vivem lutas familiares, crises financeiras, doenças debilitantes e decepções esmagadoras. Sempre acontece alguma coisa! Será que isso quer dizer que Deus não esta feliz conosco? Essas dificuldades são um castigo para o pecado ou uma correção de algo que fizemos de errado? Pode ser. Deus, de fato, disciplina seus filhos quando deseja corrigir um comportamento. Mas, a verdade é que, pelo fato de sermos humanos, enfrentaremos dificuldades. Contém 192 páginas.
 
WRAIGHT, David. O Impacto do Reino. Brasília: Palavra, 2012. Por meio de histórias atraentes e de uma cuidadosa investigação bíblica, Davi Wright nos leva a uma jornada que vai da complacência e da religiosidade, até o viver radical e transformadora do Reino. Como seguidores de Jesus e cidadãos do Reino, devemos nos destacar entre a humanidade que nos cerca. Precisamos ser radicalmente diferentes e assim, atrair pessoas para o Reino por uma vida que reflita o Senhor. Devemos ser conhecidos por nossa expressão de altruísmo, generosidade, amor, desprendimento das coisas deste mundo, humildade, bondade, graça e corajosa defesa da justiça e da verdade. Contém 203 páginas.

ZITKISKI, Jaime José. Paulo Freire e a Educação. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2006. A questão da cultura como libertação humana, o papel social da Educação, seu caráter ético e político e o contexto da subjetividade na história são alguns pontos tratados neste livro. “A Grande contribuição de Freire para a área da Educação é resgatar o humano numa época em que se configura o avanço da formação tecnicista e os processos educativos tornam-se reducionistas em termos de formação cultural e desenvolvimento das múltiplas inteligências do ser humano.” Contém 119 páginas.

BILL, & Anabel Gillham. Conversas francas no casamento. Rio de Janeiro: CPAD, 2012. Embora cristãos, Bill e Anabel Gillham lutaram por muitos anos - sem sucesso - para superar aborrecimentos e diferenças que pouco a pouco destruíam seu casamento. Quando tudo parecia perdido, algo de maravilhoso aconteceu. Eles descobriram o que significa ter Cristo em suas vidas. Experimentando a vida que há em Cristo, os casais estão aptos a: Comunicar os seus sentimentos de modo honesto e eficaz; saber como atender a necessidade um do outro; entender a liberdade um do outro; crescer mais profundamente em amor. Numa conversa franca, porém fascinante, Bill e Anabel compartilham sua fé em Cristo, mostrando como conseguiram salvar o seu casamento e construir um belo e duradouro relacionamento. Contém 221 páginas.

Comentários

Postagens mais visitadas