Creiamos na providência divina sempre com graça - Gn. 24.1-7


Eleazar viajou 800 quilômetros para buscar Rebeca. As mulheres buscavam água fresca todas as tardes e Rebeca fez isso e ao ver um estranho que pediu de beber para ele e seus camelos, Rebeca fez isso sendo totalmente submissa.
Eu fico imaginando as ações dessa moça olhando para aquele moço de Deus. Ela atendeu ao pedido do rapaz. Isso significa que Rebeca foi, no mínimo, hospitaleira, além de muito simpática e obediente. Ela poderia ter dito que não tinha água suficiente para dar aos camelos, mas somente para o servo de Abraão. Porém, ela foi resposta de Deus, conforme a oração do servo (Gênesis 24.10-14). E é isso que a Palavra de Deus nos ensina, que a “vontade de Deus é boa, perfeita e agradável” (Romanos 12.2), ela completa todas as expectativas, sem ser somente boa, ou só perfeita, mas deve também ser agradável.
Rebeca era uma pessoa boa e foi encontrada trabalhando (Gênesis 24.15), disposta a servir (Gênesis 24.18-20) e preparada para o encontro (Gênesis 24.14, 15, 18, 58). Um exemplo de como se deve estar quando a bênção do Senhor chegar. Ela fez aquilo que combinava com o propósito divino. Ela atendeu ao pedido do rapaz que cria na provisão divina. Ele tinha orado pedindo uma ação do Senhor nesse sentido.
O servo de Abraão foi até a família de Rebeca e explicou seu objetivo de estar naquelas terras. O pai e o irmão dela não hesitaram em acreditar que tudo o que acontecera até ali era de Deus. E fez com que Rebeca escolhesse se queria mesmo ir com ele ao encontro de Isaque e ela disse sim. Isso demonstra que Rebeca não era somente atraente, bondosa, disposta, diligente e hospitaleira; mas também decidida, perspicaz e cheia de fé implícita. Ela pôde perceber que tudo o que viveu naqueles momentos era de Deus e agiu conforme a vontade dele, como confiança.
Esse é o coração preparado para a providência divina, é o coração que confia no caráter de Deus, mesmo que viesse a ter dúvidas da decisão que deveria, ela confiava que Deus estava nesse negócio. Vejam que as atitudes dessa moça com gestos simples e respostas generosas contribuíram para um futuro absolutamente profundo e relevante para ela. Rebeca recebe da providência divina para seu coração sem ela ao menos imaginar.
Quem diria que ela seria mãe de Esaú e Jacó?
________
Pr. Alcindo Almeida

Comentários

Postagens mais visitadas