SAPOS, UMA DIGESTÃO DIFÍCIL

O seu falar seja sempre agradável e temperado com sal, para que saibam como responder a cada um (Colossensses 4.6).

Para se chegar ao 40ºandar, é preciso passar antes pelo 1º, 2º ...3º...39º, 40º. Devemos superar uma etapa de cada vez e para vencer obstáculos é preciso superar estágio por estágio. Quantos trabalham no mesmo emprego há 5 anos, 10 anos ou 30 anos? Depois de 30 anos será que você ainda tem motivação?
Já pensou num casamento de 30 ou 40 anos? Que rotina não é? O relacionamento parece que perdeu a graça. No namoro mil beijinhos, toda hora. No noivado dezenas de beijinhos toda hora. No primeiro ano se beija menos, nos 5 anos quase não se beija. Um casal depois de anos já não diz mais: Eu te amo! O que é rotina? É fazer tudo igual, sempre...sempre.

Quando eu saio de casa eu posso ir para a direita ou para a esquerda. E uma decisão minha, é uma opção minha. Ninguém toma essa decisão por mim. Isso significa que na minha vida, de casado, ou profissional a decisão de ir para um lado ou para o outro é sempre minha. Acontece que a rotina da vida faz a gente engolir sapos. Engolimos dezenas de sapos todos os dias.

Engolir sapos significa não falar coisas que precisam ser faladas e que estão represadas no coração. Engolimos sapos em casa, no trabalho, nos relacionamentos e por aí vai. No final do dia temos “um balde” de sapos dentro de nós. No dia seguinte acordamos com dezenas de sapos dentro do nosso Eu.

Por que não jogamos fora nossos sapos engolidos?

Diariamente você troca de roupas, toma banho, passa perfume, cremes e não consegue tirar os sapos que estão dentro de você. Por que você não faz isso com o antagonismo, opiniões, raiva, revolta, contrariedade e até o ódio, que são os sapos?

Amanhecemos todos os dias com as mágoas e problemas de ontem. Como lidar com seu entusiasmo hoje se você está pesado com os sapos de ontem? Conheci uma moça que se separou do marido. Eles tinham um filho de 7 anos. O pai ia todos os sábados buscar o filho às 18 horas. A criança se preparava, tomava banho, se arrumava para ver o pai. 18:30, 19:00, 19:30, 20:00, 20:30. Quando o pai chegava: cadê o entusiasmo da criança? Ela ficou esperando arrumada pelo pai 2 horas e meia!

Já viram um siri? A carcaça em suas costas é sua casa. Ele leva sua casa aonde vai. Qualquer ameaça ele entra na sua carcaça, se encolhe e pronto. A carcaça o protege. Acontece que ele vai crescendo e chega um dia que ele não cabe mais dentro da carcaça. Ele só tem 2 saídas. Ou se expõe e vai à luta, ou busca algum lugar para se proteger.

Por que o homem não faz isso? Porque ele é teimoso? Por que ele não busca saída?

Tenho um amigo que quando chega em casa sua filhinha diz: Oi! Seu filho só olha para ele. Ele entra em casa nem boa noite ele diz para a esposa que está na cozinha preparando sem ânimo o jantar. O único que faz festa, que fica alegre com a chegada dele é o cachorrinho, que pula, late.

Já viram a galinha? Ela não consegue olhar para frente. Ela está sempre olhando para baixo, dá sempre um passo para trás para ciscar. Por que então estamos sempre olhando para baixo? Parece que o peso de nossos problemas nos obriga a olhar para baixo ao invés de olhar para frente.

Já notaram nossa postura quando estamos derrotados? Parece que temos um peso permanente em nossos ombros. É como se tivéssemos um saco de cimento em nossas costas. Com isso deslocamos nossa coluna.

Quando ficamos na posição correta parece que o peso de nossa coluna se encaixa em nosso quadril e nos sentimos melhor. Com a coluna carregada nossos pés ficam pesados. Temos que aprender a tirar os sapos de dentro de nós.

Um japonês perdeu 3 filhos num único dia no mesmo acidente. Ao olhar para ele parecia feliz. Parecia que o mundo era alegre e sorria para ele. Ao ser perguntado a razão da tranqüilidade após ter perdido 3 filhos ele respondeu: Ainda tenho outros 3 filhos que precisam de mim e eu não posso abatê-los.
No Japão é muito comum os executivos japoneses após um dia de trabalho levar sua maleta na mão e um saco de lixo na outra mão, para depositá-lo num container. Isso lá é muito comum. Então eu pergunto, por que nós não levamos nossos lixos, nossos sapos diariamente para jogá-los fora?

Curioso é que por aqui até o hábito de jogar fora o lixo fica por conta de outras pessoas. As vezes você usa expressões: “meu Deus que peso eu tenho sobre minha cabeça.” Acontece que quando você está pesado, você se contrai para baixo, e fica com a sensação de que seus problemas são maiores do que você.

Por que se sentir pesado? Cheio de sapos, corpo cansado, ombros caídos, olhando para baixo? Andando para trás, fechando todas as saídas como siri. Por que ciscar feito galinha?

Vamos alçar vôo! Vamos abrir nossos braços! E como águias vamos voar alto. Vamos olhar lá de cima, olhar para frente. Tirar o peso de nossos ombros, aliviar nossos pés. Vamos ser parabólicas. Sabem por que parabólicas? Elas servem para captar sinais de longe para transmiti-los para perto.

Tem gente que é do contra, não vibra, não se emociona, não desperta: “Vamos fazer um picnic? Ah! Não! – Vamos ao cinema? Ah! Não, vai chover! – Acho que não vai dar! Vamos fazer isso? Hummm!!! Vamos fazer aquilo ? Humm Humm!!!!!!!

Essas pessoas fazem você desanimar por qualquer coisa. Sempre vêem um problema pela frente. Sempre vêem um obstáculo. Parecem sempre de mau humor. Se quisermos andar na dependência do Senhor temos que ser motivados.

Temos que brilhar com a luz de Cristo. Se nossa luz está apagada como podemos brilhar para Cristo?

Se estamos pesados, cansados, cheios de sapos como testemunhar Cristo as pessoas? Não é possível demonstrar que Deus está na condução de nossas vidas com a nossa mente cansada, pesada, jamais seremos leves para testemunhar o Senhor em nós.

Como testemunhar que somos do Senhor se as pessoas que nos rodeiam sabem que vivemos mal humorados, com cara de poucos amigos? Como ensinar a nova vida em Cristo se estamos amarrados a velha vida estressada, desmotivada, pesada, cheias de sapos?

Se não cuspirmos para fora os sapos que prejudicam nosso relacionamento familiar, afetivo, profissional, que estão infestando nossos sentimentos, jamais testemunharemos de Cristo com convicção.

O SENHOR. Quer você por inteiro, disposto, preparado, leve, dinâmico. O Senhor disse que somos o sal da terra. O sal dá sabor. Se não dermos sabor estamos prontos para sermos pisados. Quantos de vocês começaram um curso de inglês e pararam; aulas de ginástica e pararam; aulas de piano e pararam; quantos de vocês começaram fazer regime e pararam?

Faltou vontade para continuar. Se está faltando vontade para por pra fora os sapos, então hoje é um bom dia para começar a fazer isso. Você pode argumentar, peso, cansaço, rotina, problemas, coração pesado, solidão, muito trabalho, falta de dinheiro, muitos sapos, mas na verdade, você está é se acostumando com os sapos dentro de você.

Mateus 5:13 – Vocês são o sal da terra. Mas se o sal perder o seu sabor, como restaurá-lo? Não servirá nada, exceto para ser jogado fora e pisado pelos homens

Efésios 5:8 Pois outrora vocês eram trevas, mas agora são luz no Senhor, Vivam como filhos da luz
Satanás adora te ver derrotado. Enquanto estiver derrotado, você não salga, não brilha.
Desperte! Revigore suas forças, deixe de lado tudo que o impede de ser uma luz. Não para brilhar sua própria luz, mas a Luz de Cristo que deve estar em você.
Que o Senhor seja louvado

__________
Joel Carreiro

Comentários

Postagens mais visitadas