Perdoando os nossos devedores

Como nós perdoamos a nossos devedores; quer dizer, como nós perdoamos a todos aqueles que nos fizeram algum agravo ou injúria, seja de palavra ou de fato. Não que perdoemos a culpa do delito e a ofensa; pois, isto pertence só a Deus; senão que a remissão e perdão que temos de fazer consiste em arrojar voluntariamente de nosso coração toda ira, ódio e desejo de vingança, e esquecer definitivamente toda injúria e ofensa que nos tenham feito sem guardar rancor contra ninguém. Portanto, de nenhum modo devemos pedir perdão pelos nossos pecados, se não perdoamos a todas as ofensas que nos fazem. Se pelo contrário, guardamos em nosso coração algum ódio, ou pensamos vingar-nos e procuramos a ocasião de fazer mal a nossos inimigos; mais ainda, se não nos esforçarmos em voltar à sua  amizade, reconciliarmos com eles. Pedimos nesta oração a Deus que não nos perdoe nossos pecados; pois lhe suplicamos que faça conosco, como o fazemos também com os demais (O Livro de Ouro da Oração - João Calvino).

Comentários

Postagens mais visitadas