A plena maturidade de ser

A plenitude da vida humana consiste em ser como uma criança de Deus. Ser uma criança em termos humanos é somente o início de uma vida, mas ser uma criança diante de Deus é a plena maturidade de ser. É o nosso supremo êxtase, a satisfação de todos os nossos desejos. Hoje em dia, além da consciência do grito primitivo da infância, além do silêncio do abuso infantil, além do abuso adulto, além das feridas e marcas deixadas por todos os nossos relacionamentos, Deus gentilmente está redirecionando o nosso coração para nos ajudar a compreender a sua divina intenção, qual seja, a de sermos seus fi lhos. Este novo relacionamento dá tal segurança ao nosso coração, restauração de nossa vida, libertação de nossas amarras emocionais, que não mais vivemos vidas viciadas, de desespero. Pelo contrário, vivemos no amor de Deus, o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que por seu Espírito nos capacita a clamar no espírito de nossa adoção: “Aba, Pai” (James Houston. O Desejo).

Comentários

Postagens mais visitadas