O fardo pesado do nosso pecado

No capítulo 53.4 de Isaías está dito: Certamente, ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus e oprimido. A linguagem que o profeta usa é de dores e sofrimento. E o texto nos aponta para o fato que não é somente aos males físicos que acontece a referência, mas a todo tipo de sofrimento humano. Quero crer que Isaías aponta para os sofrimentos físicos, mentais e espirituais. O servo tem dor e sofrimento para passar em favor de pecadores. Ele carrega sobre si mesmo todas as nossas falhas de caráter e alma realizando uma "expiação”. Ele cobre o nosso pecado e todas as nossas iniquidades. O verbo levar numa linguagem próxima do original nos mostra o sentido de carregar uma carga e arrastar-se. O Cordeiro divino carregou vicariamente e tomou sobre si mesmo o fardo pesado do nosso pecado. Ele fez isso por amor, graça e perdão. Ele levou sobre si a nossa deformidade de alma e caráter por graça, por isso, ele foi ferido em nosso lugar. Bendito seja o Eterno Cordeiro de Deus que pagou o preço da nossa redenção na Cruz do Calvário! (Alcindo Almeida).

Comentários

Postagens mais visitadas