Cuidado para não jogar lama na reputação dos outros


Com nossas palavras, podemos aruinar o mundo, criar confusões sem fim, jogar lama na reputação dos outros e encher o mundo inteiro de fumaça, uma fumaça que vem das profundezas do inferno Tiago 3.6).

Tiago diz que erramos toda vez que abrimos a boca indevidamente, Ele diz que se achamos que alguém que não falha ao abrir a boca, está aí uma pessoa perfeita, com total controle da vida. Em outras palavras, não há ninguém perfeito na língua, ela é um veneno e com ela bendizemos a Deus, nosso Pai mas, com a mesma língua amaldiçoamos homens e mulheres feitos à imagem de Deus. A língua ferina sem freios, sem controle, leva as pessoas para o abismo. Quando Tiago usa o termo "inflamada pelo inferno" – ele quer mostrar a imensidão da maldade que reina na nossa língua. Tiago mostra no versículo 8 que a língua, nenhum homem a pode domar. É um mal irrefreável e está cheia de peçonha mortal. Ou seja, a língua é uma ferramenta indomável e incontrolável. E portanto, todos nós nos tornamos escravos de seus vícios. E duro concordarmos com Tiago, mas nossa língua é um veneno. Que instrumento complicado temos em nosso ser. Vejam a seriedade e responsabilidade que Tiago traz para a nossa conduta diante das palavras. Pois, temos duas realidades: ou bendizemos a Deus e sua criação, ou amaldiçoamos. Lembrem-se que quando amaldiçoamos aquele que é a própria semelhança, a própria imagem de Deus, invocamos o mal sobre sua vida. Quando falamos bem das pessoas, o resultado é que falamos bem do nosso criador. Ao contrário devoramos a matamos as pessoas que nos cercam. Salomão afirma: As palavras da boca do sábio são cheias de graça, mas os lábios do tolo o devoram (Eclesiastes 10.12). Cuidado para não destruir a reputação e a vida de pessoas ao redor através de palavras incoerentes e sem verdade

________
Alcindo Almeida.

Comentários

Postagens mais visitadas