O ofício pastoral

Uma responsabilidade típica do trabalho pastoral é combinar dois aspectos do ministério: primeiro, apresentar a palavra eterna e a vontade de Deus e, segundo, cumprir a primeira tarefa considerando as particularidades do local e das pessoas (o verdadeiro lugar onde o pastor vive e as pessoas específicas com quem convive). Se qualquer um desses aspectos for desprezado, não haverá um bom pastorado. O ofício pastoral, em sua melhor expressão, narra e exibe os intercâmbios da graça descritos na Bíblia entre Deus, que “é o mesmo, ontem, hoje e para sempre”, e o ser humano, que herda o pecado de Adão e experimenta o livramento através do novo Adão. Nesses intercâmbios o dom de Deus é consistente, e a necessidade do ser humano, constante. Entre esses dois pólos existem variáveis impossíveis de se demonstrar num gráfico que indique uma linha através da história, seja ascendente, seja descendente (Peterson, Eugene. O pastor que Deus usa: cinco pilares da prática pastoral. Mundo Cristão Editora​).

Comentários

Postagens mais visitadas