Amar e perdoar

Tenho que deixar de lado a rivalidade, o egoísmo, todo e qualquer tipo de rancor mediante a confiança e gratidão pelo pai que está sempre disposto a amar e perdoar e entregar o melhor a seus filhos, pai que responde a ambos de acordo com suas peculiaridades (A volta do filho pródigo. Henri Nouwen, p.89).

Comentários

Postagens mais visitadas