Vasos de barro

Paulo diz em II Coríntios 4.7: Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós. Algo muito sério que nós aprendemos é que no Reino de Deus somos apenas vasos de barro que devem servir no Reino para a glória do Pai, do Filho e do Espírito Santo! Ao barro não tem opção a não ser se render à vontade soberana do oleiro. Se não reconhecermos nossa fragilidade e nos quebrarmos na presença do Senhor, passamos a buscar uma glória tão somente humana e jamais a divina. O vaso de barro tem como tesouro Cristo. Então quem aparece é ele. E um vaso trabalhado por ele visa outra glória, a de Deus. Esse é o verdadeiro sentido no Reino de Deus, vasos usados para a glória do Deus Eterno sempre! (Alcindo Almeida).

Comentários

Postagens mais visitadas