Leituras no mês de fevereiro de 2014

Ferreira, Franklin. Agostinho de A a Z. São Paulo: Vida, 2007. Pesquisar artigos e comentários sobre a obra de um pensador amplia e enriquece nossa visão. No entanto, se quisermos conhecer de forma direta e profunda suas idéias, nada melhor que ir à própria fonte! Esse é o objetivo de Agostinho, livro elaborado com citações relevantes distribuídas em mais de cem verbetes, de A a Z. Essas citações fornecem uma visão abrangente da reflexão teológica deste que é considerado por muitos o maior teólogo cristão após o apóstolo Paulo. Em virtude da coerência e amplitude do pensamento do pensador norte-africano do quinto século, esta obra constitui-se ferramenta essencial para todos os interessados em um contato mais prolongado com as fontes primárias de um teólogo apaixonante. Deleite-se! Contém 243 páginas.

SANTO, Agostinho. A Cidade de Deus. Rio de Janeiro: Vozes, 2007. Parte I. A origem desta extraordinária obra de Santo Agostinho parece colocar-se num fato bem específico: a invasão e o saque de Roma, em 410, por Alarico, rei dos visigodos. É o que nos conta o próprio santo, no capítulo 43 da segunda parte das Retractationes, quando afirma: "Por isso, ardendo em zelo pela casa da Deus, resolvi escrever estes livros da Cidade de Deus contra suas blasfêmias ou erros". A Cidade de Deus é uma interpretação do mundo à luz da fé cristã. Trata-se da primeira teologia e filosofia da história. Esta primeira parte contém os livros de I a X da obra completa. Contém 414 páginas.

SANTO, Agostinho. A Cidade de Deus. Rio de Janeiro: Vozes, 2007. Parte II. Para Santo Agostinho, a história humana é a história da salvação dos homens, tudo que acontece ou deixa de acontecer se acha inscrito na economia da salvação. A sociedade é a Cidade de Deus, a fé cristã não constitui um setor na vida do crente. Banhado na luz da fé, todo o mundo se transfigura. Crer não significa caminhar para o céu, mas que toda a vida já pressupõe a fé e que apenas pela fé se entra e se vive a libertação do homem. Contém 695 páginas.

 TITUS, Devi. A experiência da mesa. São Paulo: Mundo Cristão, 2013. A correria do dia a dia e uma agenda cheia de atividades têm interferido em um dos momentos mais importantes que se pode ter em família: a hora das refeições. A questão não é a alimentação em si, mas o compartilhar entre as pessoas, o investimento nos relacionamentos que a mesa nos proporciona. Devi Titus desvenda a importância da mesa nas Escrituras e compartilha com você a bênção de se investir nestes momentos em família, com amigos e pessoas queridas, na construção de relacionamentos mais fortes e sadios. Contém 224 páginas.

SERGIO, Mario. Dar-vos-ei pastores. Ressaltando o privilégio da vocação pastoral. São Paulo: Arte Editorial, 2014. Nós entendemos que o pastor é a pessoa numa comunidade que tem condições de levar a sério homens e mulheres pelo que são na sua identidade e Imago Dei. A atitude do pastor é de valorizá-los como eles são e dar dignidade que combina com a Imagem de Deus. O pastor é o instrumento para investir nas pessoas criadas por Deus e ensinar que elas têm valor eterno sem que para isso tenham de provar que são úteis ou bons em alguma coisa. É sobre isso que o autor trata no livro. Contém 188 páginas.

JAKES, T. D. 40 dias de poder. São Paulo: Vida, 2012. Iniciando ou encerrando seu dia com a leitura de 40 dias de poder, você será renovado e ganhará energia para lidar com os desafios da vida. Permita que Deus assuma o controle das circunstâncias! Contém 168 páginas.

 CORTELLA, Mario Sergio. Qual é a tua obra? Inquietações propositivas sobre gestão, liderança e ética. Rio de Janeiro: Editora Vozes, 2011. A ideia de trabalho como castigo precisa ser substituída pelo conceito de realizar uma obra. Enxergar um significado maior na vida aproxima o tema da espiritualidade do mundo do trabalho. Neste livro o autor desmistifica conceitos e pré-conceitos, e define o líder espiritualizado, como aquele que reconhece a própria obra e é capaz de edificá-la, buscando incessantemente o significado das coisas. Contém 144 páginas.


Comentários

Postagens mais visitadas