Leituras no mês de novembro de 2013

STORMS, Sam Justin Taylor. Uma homenagem, John Piper. São Paulo: Hagnos, 2013. Ele quebrou tabu, mudou padrões e tem grandes pensamentos sobre Deus em uma época em que o Senhor e sua glória têm sido menosprezados nas igrejas. John Piper é um ministro centrado em Deus. Nesse sentido, é, às vezes, anticonvencional, mas a explicação é sempre a de que ele insiste em ser verdadeiro no que diz respeito à verdade da Palavra de Deus. Apesar de ser muito criativo e dotado de sensibilidade poética, não deixa que suas ideias o desviem, mas trabalha arduamente para tornar todos os seus pensamentos, e ele próprio, cativos de Cristo. O resultado é um ministério pleno, valioso, extraordinário e pertencente a Deus. Pastores como ele não aparecem com muita frequência e, quando surgem, precisam ser notados. Contém 672 páginas.

SCAZZERO, Peter. Espiritualidade emocionalmente saudável. São Paulo: Hagnos, 2013. O autor e pastor Peter Scazzero aprendeu que ninguém pode ter maturidade espiritual enquanto não for emocionalmente maduro. Deus despertou Peter para que ele buscasse saúde emocional para sua vida, se relacionasse com Cristo, se alimentasse das Escrituras e tivesse práticas cristãs contemplativas. Neste livro o autor mostra sua jornada, revela quais são os verdadeiros sinais de uma espiritualidade saudável e traz sete princípios bíblicos para o cristão se examinar e ter uma revolução espiritual em sua vida. Contém 288 páginas.

Ronald H. Nash. Cosmovisões em conflito: escolhendo o cristianismo em um mundo de ideias. Brasília: Editora Monergismo, 2013. Este mundo é um campo de batalha na arena das ideias. O prêmio é o coração e a mente da humanidade. Neste livro, Ronald Nash esboça o modo cristão de uma pessoa olhar para Deus, para si mesma e para o mundo. Ele sustenta essa cosmovisão contra os testes da razão, da lógica e da experiência, particularmente discutindo os problemas do mal e do suposto “absurdo” das doutrinas cristãs históricas e da encarnação e ressurreição de Jesus. Ele descobre que a cosmovisão cristã é sólida e insiste que os cristãos se equipem intelectualmente para defender a fé nesse campo de batalha. O autor particularmente destaca a atração que o naturalismo e o movimento da Nova Era exercem sobre a nossa geração, apontando as fraquezas e armadilhas dessas perspectivas, bem como de cosmovisões mais antigas. Contém 232 páginas.

CARSON, D A. O Deus presente. São Paulo: Fiel, 2013. Um livro singular e importante. Não é uma teologia sistemática tradicional, nem uma pesquisa bíblica. Antes, explica toda a linha histórica da Bíblia por meio das lentes do caráter e das ações de Deus. Como ferramenta de ministério, pode ser usado para evangelizar, visto que expõe tão completamente a doutrina de Deus, como Paulo o fez no Areópago, em Atos 17. Além disso, este livro também faz o que os catecismos das igrejas da Reforma fizeram: dá aos cristãos um conhecimento básico de crenças e comportamentos bíblicos essenciais. Contém 317 páginas.

CARSON, D A. e Tim Keller. O Evangelho no centro. São Paulo: Fiel, 2013. Com o propósito de resgatar e defender o evangelho bíblico, D. A. Carson e Tim Keller abordam a necessidade urgente de trazer o evangelho de volta para o centro da fé cristã, em um esforço para reformar ministérios e fortalecer a igreja de Cristo. Contém 387 páginas.

Comentários

Postagens mais visitadas