Pular para o conteúdo principal

Leituras em setembro de 2019


STRICKLAND, Danielle. O Êxodo definitivo. São Paulo: Editora Vida, 2019. O livro abre os nossos olhos para as coisas que nos escravizam e nos coloca no caminho do nosso próprio êxodo. Danielle Strickland revisita a história do Êxodo para ver o que podemos aprender de um povo que era escravo e que aprendeu com Deus o que significa ser livre. Descobriremos que a libertação é muito mais profunda que as nossas circunstâncias. Deus nos arranca das coisas que nos tornam escravos e nos leva a uma longa caminhada até a liberdade que ele nos criou para desfrutar. Contém 160 páginas.

FOSTER, Richard. Celebração da Disciplina - O caminho do crescimento espiritual. São Paulo: Editora Vida, 2008. Classificando as disciplinas em três movimentos do Espírito Santo, o autor mostra como cada uma delas contribui para uma vida espiritual equilibrada. As disciplinas interiores levam os famintos de Deus a uma transformação genuína. As disciplinas exteriores são um reflexo das prioridades do Reino de Deus em seus filhos. As disciplinas comunitárias lembram-nos de que é na comunhão entre os cristãos que nos aproximamos mais de Deus. A presente edição comemora o aniversário de 30 anos de sua primeira publicação em 1978. Um clássico aclamado pela revista Christianity Today como um dos dez livros cristãos mais importantes do século XX. Desde seu lançamento, este livro ajudou milhões de pessoas a descobrirem a porta de entrada para uma vida espiritual rica, plena de contentamento, paz e profunda compreensão de Deus. Contém 304 páginas.

FITZPATRICK, Elyse. Vencendo medos e ansiedades. Minas Gerais: Editora Ultimato, 2015. Você está cansada de lutar contra o medo e a ansiedade? Você não está sozinha. Essas emoções são surpreendentemente comuns a muitas mulheres, as quais lutam diariamente em diversas áreas da vida: casamento, filhos, trabalho, vida espiritual e problemas graves de saúde. Deus sabia que o medo e a ansiedade seriam problemas reais para nós, e ele nos deu uma abundância de ajudas claras e práticas na Bíblia. Neste livro, a autora Elyse Fitzpatrick irá ajudá-la a: Identificar a fonte real dos seus medos; Procurar estratégias específicas para você superar a ansiedade; Aprender a substituir sua preocupação por alegria; Descansar segura no cuidado protetor de Deus. Encontre conforto e encorajamento ao aprender com exemplos de outras mulheres como você - mulheres que descobriram que é realmente possível viver confiando em Deus em todas as circunstâncias da vida. Contém 284 páginas.

KUYPER, Abraham. Sabedoria e prodígios. Brasilia: Monergismo, 2018. Como os evangélicos responderão às mudanças culturais contemporâneas? Suas crenças influenciam suas respostas, com ramificações significativas para o futuro de uma sociedade livre e seus negócios, economia e setores públicos. Às vezes o caminho a seguir é encontrado olhando-se para trás. Abraham Kuyper, teólogo e primeiro-ministro holandês (1901-1905), discorreu sobre a doutrina da graça comum, a teologia do serviço público e o engajamento cultural partilhados pelos cristãos com o restante do mundo. Contém 185 páginas.

GRUN, Anselm. A sabedoria dos monges na arte de liderar pessoas. Petrópolis, RJ: Vozes, 2006. A sabedoria dos monges na arte de liderar pessoas é um livro diferente dos outros livros sobre liderança. Ele aborda esse tema não apenas como uma arte, mas como uma tarefa espiritual. O verdadeiro líder antes de tudo precisa se conhecer, agir com espírito e ter os olhos voltados para a valorização das pessoas e da empresa. Contém 155 páginas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Estudo 26: A mulher sunamita: generosa e hospitaleira - (II Reis 4.8-37)

Há um cântico que nos ensina muito é o Salmo 37.4-5, a letra diz:
“Agrada-te do Senhor e ele fará aquilo que deseja o teu coração. Entrega o teu caminho ao Senhor, e o mais ele fará. Descansa no Senhor e espera nele. Pois, ele é a tua salvação, ele é o teu castelo e o teu refúgio na tribulação. Confia no Senhor e ele agirá, confia no Senhor e ele agirá“ [1].  É exatamente sobre essa providência de Deus na vida do seu povo que quero falar, usando esse exemplo da mulher sunamita. Esta que foi agraciada por Deus pela instrumentalidade do profeta Eliseu. Sabemos que o significado do nome de Eliseu é: Jeová é salvação. A meu ver combina com sua missão como profeta desse período. Ele foi um dos maiores profetas desse período juntamente com o seu antecessor, o profeta Elias. Ambos foram profetas no Reino do Norte de Israel. Eliseu era filho de Safate, habitava em Abel- Meolá do Vale do Jordão e pertencia a uma família próspera. Quando Elias estava no monte Horebe desanimado e triste, Deus fa…

Emoção X Razão: Mulheres agem de forma emocional, homens se comportam racionalmente

Recentemente li o livro Homens são de Marte, mulheres são de Vênus de John Gray. Ele diz que quando se aborrecem, os homens querem silêncio e solidão. Já entre as mulheres, as preocupações resultam na matraca desenfreada, pois, falando acalmam-se. O ego masculino é movido à base de conquistas, o feminino é pura emoção. Ele deve escutá-la, e ela deve compreender seu silêncio. Conclusão: marido e mulher não falam a mesma língua, não são do mesmo planeta. Na maioria dos processos normais, a mulher age de forma emocional, enquanto o homem se comporta de forma racional. Na nossa cultura costumamos dizer que os homens são insensíveis, durões e bem insensíveis. E com respeito às mulheres que elas são pura emoção e coração. John Gray diz que “quando os homens e mulheres são capazes de respeitar e aceitar suas diferenças, então o amor tem uma grande chance de desaborchar” (GRAY, John. Homens são de Marte, mulheres são de Vênus. São Paulo: Editora Rocco, 1997, p. 24). O grande problema é que convi…

Histórias da vida

A mentalidade dogmática deseja prender a verdade na malha das suas palavras, entendo que ela se equivoca. Acredito que nós aprendemos, falamos e escrevemos interpretando cada ponto da nossa história de vida. Na interpretação passam verdades, mas nunca absolutas, nossa história tem várias facetas.  Temos um quadro da nossa história e ela vai acontecendo com várias interpretações e olhares dentro de nós mesmos. Gosto demais de relembrar a história da minha vida. Lembro-me sempre dos momentos bons e ruins dela. Eu tive momentos de profunda tristeza, mas neles, vi o mover de Deus me ensinando a passar pelos vales dela, com a percepção da graça divina em mim sempre. Vi amigos chegados morrendo, vi amigos conquistando e perdendo. Vi histórias de vidas sendo tocadas por Jesus Cristo de Nazaré. Como é bom poder enxergar o passado com graça e com a noção no íntimo de que Deus esteve presente em cada detalhe.  As histórias serão sempre histórias contadas por nós dentro da alma e do coração. Cada …