Lidando com o sofrimento



Nessa semana ouvi uma reflexão muito preciosa de Tim Keller na conferência City to City Brasil sobre o sofrimento. Ele disse algo muito importante, algo que já sabemos, mas que vale a pena relembrar. Deus tem um plano no meio do nosso sofrimento que não entendemos agora, mas terá grande transformação em nossa história. O nosso sofrimento só pode ser tratado criativamente quando compreendido como inerente e necessário a nossa condição humana. 
O fato é que quando nossos primeiros pais pecaram (Adão e Eva) a dor passou a fazer parte da vida humana. Agora, sofremos, choramos a morte de uma criança que é empurrada na parede por um carro desgovernado. Sofremos quando perdemos uma amiga querida de câncer antes do 40 anos de idade. Sofremos por não enxergar direito. Sofremos por envelhecer antes do tempo. Sofremos por ver tanta desigualdade e tanta corrupção no nossos pais.
O sofrimento dói lá dentro, ele tira o nosso chão na hora da morte, da doença e das crises diversas da vida. Mas, o sofrimento pode nos ajudar a depender do caráter e vontade do Eterno. Ele nos ajuda a viver como mortais limitados, sabendo que o Eterno tem algo de especial para nós, mesmo dentro dessa condição humana. Um dia o nosso sofrimento cessará na vinda de Jesus Cristo pela segunda vez. E como diz o escritor João: Deus lhes enxugará dos olhos toda lágrima! Isso nos ajuda a lidar todos os dias com o sofrimento, sabendo que há esperança eterna para o nosso coração! Maranata! Vem Senhor Jesus Cristo de Nazaré! (Alcindo Almeida)

Você também pode gostar

0 comentários