Temos sentido em Deus

Alister McGrath comenta que num de seus diálogos, “Platão compara os seres humanos a jarros que estão vazando. De algum modo, estamos sempre incompletos. Podemos despejar coisas nos recipientes de nossa vida, mas há algo que impede que o jarro fique cheio”.
Com a visão do iluminismo, o ser humano tentou de diversas maneiras eliminar Deus. Ele tentou se livrar da realidade espiritual de que há um Deus que reina e controla tudo e todos. Vivemos esses dias hoje, as pessoas têm anulado Deus da história, acham que Deus é uma utopia é algo vão, banal e sem sentido! 
Gosto do que Willian Lane Craig diz no seu livro Em guarda: Conhecer a Deus imediatamente deu um significado eterno na minha vida. De agora em dian­te, as coisas que eu fazia estavam carregadas de sentido eterno. De agora em diante, a vida importava. De agora em diante, eu podia me levantar a cada dia, pois cada dia era um dia em que eu caminhava com Deus. 
O nosso jarro fica cheio quando entendemos que o significado da vida está em Deus. Na sua presença temos vida, na sua presença temos consolo, amizade, comunhão, sentido e identidade. Na sua presença temos a alegria de viver, respirar e saber o que fazer na existência. Por isso, Davi disse num Salmo: A tua presença me enche de alegria e me traz felicidade para sempre. 
Temos sentido em Deus, ele é real, ele está vivo, ele reina e anda conosco todos os dias da vida. Ele é a nossa alegria para sempre! Por isso, é absolutamente impossível anular Deus da nossa história. Ele é vivo para sempre! (Alcindo Almeida) 







Você também pode gostar

0 comentários