Leituras em julho de 2018


1.   TRIPP, Ted. Em busca de algo maior.São Paulo: Editora Cultura Cristã, 2012. Nesse livro, a discussão sobre viver no reino não terá lugar no corredor do seminário. Vou levá-lo para a rua onde o pneu encontra a estrada da vida cotidiana. Eu quero ajudá-lo a considerar o chamado de Cristo no nível da rua. E a minha esperança é que, à medida que fazemos isso juntos, primeiro você se sinta desconfortável, mas logo em seguida seja encorajado, animado e motivado, com esperança. Contém 208 páginas. 

2.  CARSON D. A. Memórias de um pastor comum.A vida e ministério de Tom Carson.São Paulo: Editora Fiel, 2015. Neste livro, Dr. Carson desafia e encoraja pastores anônimos a perseverarem com fidelidade em seus ministérios, ao contar a história de vida e ministério de seu pai Tom Carson, um pastor comum, como a maioria, que a despeito de não ter escrito livros influentes ou pregado a milhares de pessoas em grandes conferências, foi um grande exemplo de integridade e obediência a Deus. Contém 240 páginas. 

3.  FOSTER, Nathan. Em busca da sabedoria - Descobrindo meu pai a 4 mil metros de altitude.São Paulo: Editora Vida, 2012. Certo dia, Nathan Foster se pegou perguntando ao pai, em meio ao abismo que existia entre eles: “Ei, pai, quer escalar a montanha mais alta do Colorado?”. Para pai e filho, essa pergunta mudou tudo. Sem nenhuma experiência de escalada juntos, embarcaram numa jornada de desafios físicos, descobrindo a que extremos eram capazes de chegar. Para Nathan, aconteceu o mais importante: uma jornada paralela em seu interior. Tendo crescido à sombra de um pai conhecido, Richard J. Foster, autor de Celebração da disciplina, Nathan tinha muitas perguntas sobre quem o pai era de verdade. Será que as escaladas abririam a porta para conhecer aquela figura distante? A primeira experiência evoluiu para uma década de subidas desafiadoras nas grandes montanhas do Colorado, com mais de 4 mil metros de altitude. Enquanto isso, Nathan vive seus 20 anos: término da faculdade, escolha de uma carreira, uma possível mudança para o outro lado do país, os primeiros anos de casamento e uma grande crise pessoal. Ao longo do caminho, descobriria exatamente aquilo que o pai podia lhe oferecer. O pai? Aprende que os relacionamentos humanos são delicados e necessitam de cuidados constantes. Contém 173 páginas.

4.  HARRIS,Joshua. Cave mais fundo. O que você acredita? Por que isso importa?São Paulo: Editora Fiel, 2012. Para os indiferentes ou espiritualmente inertes, as reflexões cômicas e envolventes de Harris sobre as crenças cristãs mostram que a ortodoxia não é apenas para eruditos - é para todos que anelam conhecer o Senhor Jesus Cristo. Como Harris escreve: Cheguei a aprender que a teologia é importante. É importante não porque desejamos impressionar as pessoas, e sim porque o que sabemos a respeito de Deus molda a maneira como pensamos e vivemos. A teologia é importante porque, se a entendermos de modo errado, toda a nossa vida será errada.Se você está apenas começando no cristianismo ou já é um crente veterano, este livro o ajudará a descobrir as verdades eternas da Escritura. Enquanto Harris o desfia a arraigar sua fé e sentimentos para com Deus na pessoa, obra e palavras de Jesus, ele responde a perguntas como estas:Como é Deus e como ele fala comigo?O fato de que Jesus é tanto humano como divino faz alguma diferença?Como a morte de Jesus, na cruz, paga a penalidade dos meus pecados?Quem é o Espírito Santo e como ele opera em minha vida?Com graça e sabedoria, Harris o inspirará a deleitar-se na verdade que cativou a mente e o coração dele. Ele o chamará a cavar profundamente para ter uma fé tão sólida que você poderá edificar sua vida sobre ela. Contém 310 páginas. 

5.  NICODEMUS, AugustusA supremacia e a suficiência de Cristo. A mensagem de Colossenses para a igreja de hoje. São Paulo: Vida Nova, 2013. Em nossos dias, assim como na época de Paulo, a supremacia e a suficiência de Cristo têm sido desafiadas pelos mais variados tipos de heresia. Paulo escreveu a carta aos colossenses em meados do primeiro século para combater um falso ensinamento, conhecido como a heresia de Colossos. No entanto, o leitor atento que esteja familiarizado com a situação da igreja evangélica brasileira não terá dificuldade em identificar nos dias de hoje várias semelhanças com essa heresia. Precisamente por esse motivo a carta que Paulo escreveu aos colossenses é tão relevante para o nosso tempo. Contém 136 páginas. 

6.  FOUCAULT, Michel.Conceitos fundamentais.Rio de Janeiro: Vozes, 2018. Ao contrário dos críticos de Foucault, os colaboradores deste volume veem a abordagem filosófica não convencional de Foucault como uma força. Eles rejeitam a perspectiva segundo a qual o aspecto crítico da sua filosofia eclipsa o seu potencial positivo e emancipatório. Cada uma das três seções do livro ilustra como Foucault reconceitualiza um conceito filosófico chave - poder, liberdade e subjetividade - e fornece exemplos de como essa reconceitualização facilita novas maneiras de pensar e agir que sejam capazes de se contrapor à opressão e à dominação. Contém 264 páginas.

7.  SEIFRID, Mark. Justificação em Cristo. O argumento da teologia paulina.São Paulo: Hagnos, 2014. Neste estudo, Mark Seifrid oferece uma análise abrangente da compreensão de Paulo da justificação, à luz de temas importantes, como a justiça de Deus, a lei no Antigo Testamento, a fé e o destino de Israel. Um exame detalhado da justificação na Carta aos Romanos é seguido por um levantamento de todo o entendimento paulino sobre o assunto. Dr. Seifrid não apenas expõe o lugar da justificação no pensamento de Paulo, como também demonstra como o apóstolo se situa em seu próprio contexto, histórico, e como seus escritos sobre o assunto se situam dentro do cânon cristão. A análise inclui uma avaliação crítica da "nova perspectiva", desafiando seus pressupostos mais básicos e uma reafirmação da "centralidade em Cristo" teologia dos reformadores. Nesta exposição ampla da mensagem bíblica da justificação, Dr. Seifrid fornece uma nova reformulação, equilibrada, da teologia paulina. O Dr. Seifrid entende que as questões têm a ver não apenas com exegese pontual, mas com a exegese que se fundamenta em temas e terminologias bíblicas, centrais. Porém, ele não é escravo do mero tradicionalismo. Não hesita em corrigir formulações tradicionais que julga inadequadas. Portanto, o Cristo que é recebido pela fé e que vive no coração é a verdadeira justiça do cristão, com base na qual Deus nos considera justos e nos, concede a vida eterna. Martinho Lutero, sobre Gálatas 2.16. Contém 216 páginas.

8.  CARSON,D. A. Encontro com a Palavra de DeusSão Paulo: Editora Fiel, 2017. Este livro reúne cinco palestras proferidas por D. A. Carson no 19o Encontro para a Consciência Cristã, realizado em maio de 2017. O tema-base desse Encontro foi “A tua palavra é a verdade: celebrando os 500 anos da Reforma Protestante”. As palestras, intituladas “A prioridade no 1”, “A conformação de sua mente: o Salmo 1”, “Jesus Cristo é o cumprimento das Escrituras”, “Aprendendo e proclamando as Escrituras” e “As Escrituras não podem ser deixadas de lado”, apontam, todas, para a importância vital da Palavra de Deus na vida do crente. Nessas mensagens, o conhecido professor-pesquisador do Novo Testamento D. A. Carson, convida seu leitor a um verdadeiro e transformador encontro com Palavra de Deus, a fim de trilhar o caminho da fé plena em sua verdade, beleza e vitalidade. Contém 112 páginas. 

9. NOUWEN, Henri. O perfil do líder cristão do Século XXI. São Paulo: Editora Atos, 2002. O mundo atual caminha em uma velocidade assustadora. Mudanças cada vez mais constantes desafiam os cristãos de todo o mundo a permanecerem fiéis aos ensinos bíblicos e, ao mesmo tempo, buscar respostas para os grandes questionamentos da sociedade. • Como enfrentar esse desafio? • O que fazer com as novas questões levantadas pela sociedade? A solução está na sólida formação de líderes que conheçam verdadeiramente os ensinamentos de Deus e que saibam estender a mão aos que necessitam de ajuda. “Se existe uma área onde o líder precisa dar atenção é a disciplina de habitar na presença de Deus, a disciplina da oração”. Somente enraizados na Palavra de Deus, e nela meditando de dia e de noite, poderão conduzir os demais cristãos à maturidade. Nouwen, compreendeu que o caminho para subir é descer. Abandonou sua brilhante carreira de professor nas melhores universidades dos EUA (Notre Dame, Yale e Harward) para compartilhar sua vida com os necessitados, servindo numa comunidade para deficientes mentais em Toronto, Canadá. Aprendeu como vencer o desejo de ser relevante, o desejo de ser popular e o desejo de ter poder, segundo ele, os principais inimigos de quem busca se tornar e se manter como um verdadeiro líder. Contém 64 páginas.

Você também pode gostar

0 comentários