Contando a história

O filme Voltando a viver é real, porque ele conta a nossa história mesmo. Quando eu vi o filme lembrei do tempo de criança. Tudo o que sofri, rejeição, humilhações por ter uma vida social bem simples e pobre. Momentos duros na própria família, quando meus primos tinham seus brinquedos e uma das minhas tias me proibiu de brincar com eles. Momentos terríveis e duros na escola sofrendo bullying. Lembro de um cara chamado Rock que, por não ir com minha faixada, arrumou sua tropa e me deram uma surra com mais de dez caras. Era uma covardia naquela época. Só não me mataram porque um policial, irmão de uma amiga apareceu e me tirou de lá. Um milagre daqueles que a gente só acredita vendo. A história Antwone Fisher é minha também! E como ele, eu sobrevivi pela graça e bondade divina! Isso faz relembrar as dores do passado e o que a graça fez trazendo redenção diante de tudo isso. No meio disso percebo pela graça divina que tenho condições de entender alguns conflitos das pessoas no atendimento a elas. E normalmente digo a elas: Eu sei o que vocês sentem porque já senti isso na própria pele!

Comentários

Postagens mais visitadas