A confissão cristã

A confissão cristã não consiste no conhecimento conceitual ou o simplesmente numa visão intelectual, a confissão cristã implica em algo que é complicado, difícil e absolutamente nobre, ela implica em obediência. Somente os chamados eficazmente por Jesus Cristo são os levados à obediência da fé.
Os cristãos têm o privilégio por amor e graça de andarem na obediência ao Senhor. O nosso dever, portanto no meio da sociedade atual é sermos obedientes. Paulo diz que nós somos embaixadores em nome de Cristo (II Cor. 5.20). Somos estes embaixadores qu pregam o nome de Cristo de alguma maneira. E qual é a maneira que Paulo apresenta aqui no texto?
Pela obediência da fé entre todas as gentes pelo nome de Jesus. Recebemos a graça divina de pregar o Evangelho através da nossa maneira de vivê-lo. E vivemos este Evangelho na obediência a um livro Santo: A Palavra de Deus, a Bíblia Sagrada.
Temos que viver uma vida de morte e ressurreição. Temos que viver a vida de morte no sentido do pecado. Morremos para a velha vida, agora como o próprio Paulo afirma em Romanos 6.4 a nossa vida de obediência é andando em novidade de vida. Todos os dias nos considerando mortos para o pecado e vivos para o ressurreto Cristo Jesus (Rom. 6.11).
O nosso velho homem já foi crucificado com Cristo, para que o corpo do pecado seja desfeito, para que não sirvamos mais ao pecado. Como Paulo afirma em Romanos 6.7 e 8: Porque aquele que está morto está justificado do pecado. Ora, se já morremos com Cristo, cremos que também com ele viveremos. A nossa vida agora é de obediência da fé caminhando fielmente ao lado do Senhor em cada passo da nossa jornada. Então essa vida de nos considerando mortos para o pecado e vivos para Jesus é um projeto radical.
A nossa vida agora é de obediência da fé nos leva ao sofrimento pelo Reino de Deus abrindo mão do nosso ego, da nossa soberba, da nossa fama de querer tomar o lugar do divino. É dizer que é cristão e viver como tal. Então lutamos para não mentir, para não levar vantagem em cima dos outros. Não transamos antes do casamento porque a Bíblia diz que o nosso corpo é templo do Espírito. Não abrimos mão da santidade em nenhum momento da vida porque é uma prescrição divina. Lutamos contra nós mesmos para honrar o Evangelho da cruz. Enfim, a vida de obediência é morrermos todo dia para a nossa vida. Vida de obediência é ter Cristo no centro do coração sempre.
Como diz Mark Driscoll:

“A graça também nos capacita a viver vidas novas e transformadas, vitoriosas sobre o pecado. Neste sentido, o Evangelho tem tudo a ver com a vida – a nova vida em Cristo” .

______________
Alcindo Almeida

Comentários

Postagens mais visitadas