Descansemos em Deus que está no seu palácio

- Texto para meditar: Quando os fundamentos são destruídos que pode fazer o justo? O Senhor está no seu santo templo, o trono do Senhor está nos céus; os seus olhos contemplam, as suas pálpebras provam os filhos dos homens (Salmo 11.3,4).

O que a vida contemplativa significa?
Para mim, significa a procura da verdade e de Deus. Significa encontrar o verdadeiro significado da vida, e o lugar certo na criação de Deus. Significa renunciar à maneira como se vive no mundo. E a única maneira de termos este momento de contemplação é reconhecermos a grandeza de Deus em nós e experimentarmos o momento de contemplação dele no tempo de devoção.
Quando lemos esta parte do Salmo 11, vemos um Davi que se alegra nesta certeza de que o favor divino vem do trono da graça. Quando ele era humilhado e destituído do auxílio humano, ele podia recorrer com toda a certeza para a providência divina que era certa e agia em seu favor. O homem poderia decepcionar Davi, mas Deus em seu trono santo jamais faria isto.
Davi queria ser guiado pela esperança do trono divino. Saibamos desta verdade em nosso coração: Deus está no controle de tudo e vê tudo ao nosso redor. Davi demonstra confiar plenamente em Deus e não teme a provação. O anseio do salmista não era ser livre das dificuldades do momento, visto que Deus prova o justo. Ele permanecia confiante, não temendo a provação, pois, na eternidade receberia o verdadeiro prêmio, contrastado com a porção dos ímpios.
A lógica do coração de Davi para ter confiança e descanso em Deus era:

· Deus está em seu santo templo;
· O trono do Senhor está nos céus;
· Os seus olhos contemplam;
· As suas pálpebras provam os filhos dos homens.

Que descanso maravilhoso para a nossa confiança! Em outras palavras Davi nos mostra que o rosto do Senhor estará voltado nossa direção. A confiança do salmista decorre da fidelidade divina. Deus é fiel e não pode negar-se a si mesmo e a sua fidelidade é garantida para aqueles que nele confiam, uma vez que o seu trono está acima de todos: nos céus!
A onipotência, a onipresença e onisciência de Deus são demonstradas pelo salmista através da certeza de que os olhos do Senhor estão atentos. Deus sonda os filhos dos homens e a todos conhece. Deus tem compromisso com os justos, e por isso, os prova.
O convite de Davi para nós é que descansemos no Senhor sempre porque ele está no trono de santidade olhando para cada ação humana. O texto afirma: Os seus olhos contemplam, as suas pálpebras provam os filhos dos homens.
As pessoas pensam que podem fazer tudo que querem, elas praticam a maldade, as intrigas da vida, os subornos da vida e tudo mais. Elas aprontam contra os justos e pensam que Deus não está atento, mas ele está olhando para todas as ações humanas e pagará a cada um segundo o que plantar.
Davi descansa no trono, é para lá que ele vai. Ele contempla o trono do Senhor e percebe que as pálpebras do eterno provam os filhos dos homens. Ele sabe que a solução dos seus conflitos só poderá vir deste trono da graça. Então ele quer participar da comunhão e contemplação do trono do divino que contempla todos os corações.
Davi é profundo demais na espiritualidade. Ele conhece o Deus que sonda, que conhece e examina os corações dos seus servos. Então ele quer ir para a presença e contemplação do trono da graça do eterno Deus.
Contemplemos, descansemos e cultivemos aquele que está no trono de graça e soberania!
_____________
Alcindo Almeida

Comentários

Postagens mais visitadas