Jamais deixemos o Senhor de lado na vida



- Texto para reflexão: Ora, os filhos de Eli eram homens ímpios – filhos de Belial; não conheciam ao Senhor (I Samuel 3.12).

Do nosso coração que se originam impulsos impenetráveis além de sentimentos, disposições e desejos conscientes. O coração também tem suas razões e é o centro da percepção e do entendimento. Finalmente, ele é a sede da vontade, ele faz planos e chega a uma boa decisão ou não. Assim é o órgão central e unificador de nossa vida. Nosso coração determina nossa personalidade e é, portanto, não só o lugar onde Deus habita, mas também, o lugar para o qual Satanás dirige seus ataques mais ferozes (NOUWEN, Henri. A Espiritualidade do Deserto e o Ministério Contemporâneo – O Caminho do Coração. São Paulo: LOYOLA, 2000, p. 70).
Este coração deveria ser sempre o lugar da oração, mas não é. A oração e o crescimento espiritual deveriam ser partes integrais no nosso coração. Só que percebemos que não é esta a realidade na vida de muitos de nós. Pois, olhamos para Hofni e Finéias e vemos um coração maligno e distante da oração e do temor de Deus, distante da reverência e santidade diante do Pai. Mas, esta não pode ser a conformação da nossa vida. O coração pode sim, pela graça ser voltado para o Pai, o exemplo precioso disto é Samuel. Mas, analisemos a vida destes três jovens citados no texto: Hofni, Finéias e Samuel.
Temos aqui um contraste enorme entre a vida de Hofni e Finéias e a vida de Samuel. De um lado temos dois filhos de sacerdote que são chamados de filhos de Belial, porque o texto diz que eles pecam diante do Senhor desprezando a oferta do Senhor. Por outro lado, vemos a vida de um jovem que desde cedo foi consagrado pela sua mãe. E o texto diz que ele ministrava perante o Senhor e diz mais, que ele crescia diante do Senhor.
A primeira afirmação sobre Hofni e Finéias é que eram homens ímpios. Eram pessoas que estavam distantes do Senhor. A segunda afirmação sobre é que Hofni e Finéias eram filhos de Belial. Uma expressão em hebraico que denotava o título de pessoas vis e sem nenhum valor. Pessoas que incitavam a idolatria, pessoas imorais e mentirosas. E terceira afirmação sobre Hofni e Finéias é que eles não conheciam ao Senhor. Eram da religião, eram tidos como cristãos, mas não tinham comunhão com o Pai. O que eles faziam na casa do Senhor?
O texto nos informa que havia uma atitude infiel destes sacerdotes no sacrifício. Pois, desde a época de Abel, o melhor das gorduras, o melhor de tudo era oferecido para o Senhor com muita reverência. Eles iam e comiam com um garfo, a carne, quando alguém estava oferecendo um sacrifício. No versículo 14 diz que assim faziam a todos os de Israel que chegavam ali em Siló. E se algum oficiante recusasse dar para eles, tomavam à força. (versículo 16). E no versículo 17 o texto diz: Era, pois, muito grande o pecado destes mancebos perante o Senhor, porquanto os homens vieram a desprezar a oferta do Senhor. Mas, a coisa não fica só nesta ação. O texto diz no versículo 22 que Eli era já muito velho e ouvia tudo quanto seus filhos faziam a todo o Israel, e como se deitavam com as mulheres que ministravam à porta da tenda da revelação.
Eles eram imorais sexualmente falando e isto dentro da própria casa do Senhor. E todos sabiam destes malefícios. A fama que Eli ouvia sobre os seus filhos era péssima. E eles faziam Israel transgredir na presença do Senhor.
Que coisa triste na vida de Hofni e Finéias, dois jovens que deixaram ao Deus de Israel de lado na vida. Brincaram com o sagrado! Não levaram a sério a responsabilidade de serem sacerdotes do Senhor. E a conseqüência de tudo isto foi que Israel seguiu o péssimo exemplo destes filhos de Belial. É exatamente isto que acontece na vida daqueles que deixam ao Senhor de lado. Aqueles que começam a brincar com aquilo que é santo diante de Deus. Aqueles que não levam Deus a sério na vida. Em nome de Jesus, não brinquemos de ser cristãos. Não tenhamos uma vida aqui na igreja e outra no mundo. Sejamos cristãos de Cristo, tentemos a cada dia ser cristãos de Jesus de Nazaré. Levemos Deus a sério na vida. Não deixemos que esta má fama seja nossa nunca, de sermos chamados de desprezadores da Palavra do Senhor. De pessoas que brincam com a santidade de Deus. De pessoas que são imorais, mentirosas e falsas. E influenciam negativamente as outras pessoas.
Corramos para o Senhor, fiquemos ao lado dele, como Samuel fez pela graça do Senhor.
______________
Pr. Alcindo Almeida

Comentários

Postagens mais visitadas